Quem manda em você?!

Quem manda em você?!

Antes de começar um programa de saúde ou uma trajetória de mudança de estilo e vida, sugiro que você procure um médico que entenda de parasitologia.

Esse médico, além de entender o poder de impacto dos parasitas no corpo humano, precisa compreender a relação de nutrição  e suplementos na nossa saúde.

É essencial que esse médico viva em um estado de saúde e bem estar, pois só assim ele realmente pode te ajudar. É importante também que ele te veja como um ser completo, inteiro, e que leve em consideração todos os seus corpos: físico, mental e emocional.

Você deve buscar esse médico para ver como está você por dentro, ou seja, como estão as suas taxas de minerais, vitaminas, hormônios, e enzimas e principalmente fazer uma investigação profunda de parasitas no corpo.

É essencial que você faça um exame parasitológico chamado coprologia funcional com um estudo profundo das fezes.

Como diz o Dr. Hélio Copelman, médico e mestre em coprologia (ramo da ciência/biologia que estuda as fezes):

“Esses habitantes nocivos, muito subestimados, são causa de patologias das mais diversas, que poderiam ser evitadas com medidas higienodietéticas adequadas, o que naturalmente contribuiria para o progresso econômico e social da nação.”

Forte né?! Pois é… mas é isso mesmo!

Todo mundo tem

Assunto delicado, porque todo mundo tem… mas ninguém quer saber deles. Na verdade, muitos de nossos problemas misteriosos estão ligados a eles… vermes, parasitas, protozoários, fungos e bactérias. E infelizmente, pouquíssimos médicos levam a questão em consideração. Raul Barcellos, médico carioca famoso que desenvolveu uma dieta contra câncer e alergias, acreditava firmemente que vermes são os grandes causadores de alergias e câncer. Hulda Clark, cientista canadense cheia de títulos, assegura que 100% dos portadores de câncer tem uma baratinha no fígado, a fasciolopsis buski.  A National Geographic Magazine publicou 18 páginas sobre parasitas na edição de outubro de 97, comentando que cada vez mais cientistas veem esses organismos como criaturas complexas e sutis, admiráveis à sua maneira e muito mais poderosas do que se poderia imaginar.

No artigo Daniel Brooks, zoólogo da Universidade de Toronto afirma:

“Eles inspiram em nós um saudável respeito pelo poder das pequenas coisas.”

A verdade é que a maioria das pessoas tem vermes e parasitas vivendo felizes e contentes em seus intestinos. Eles se alimentam principalmente de açúcar. Muitas vezes, vontades súbitas de comer açúcar, principalmente a noite, vem deles e não da gente.

O que eles causam

Os sintomas mais comuns são: mal-estar, cansaço, vertigem, desconforto, fraqueza, inchaço, constipação ou diarreia, dores de cabeça, alergia, dor de estômago, dificuldade em perder ou ganhar peso, diabetes, depressão.. isso mesmo.. depressão e diabetes. Pela depressão as responsáveis são as amebas. Pela dor de estomago o H. Pilory, e por aí vai.

“Ah, mais eu faço exame de fezes todo ano… e uso vermífugo anualmente:  dose única!”  Sinto muito, mais nenhuma das duas coisas funciona.

Por experiência própria e familiar, exames feitos em Brasília dão quase sempre negativo. Existe um laboratório no Rio, do Dr. Hélio Copelman, que faz o trabalho direito. Eles investigam as fezes de 3 dias e retornam com um resultado bem específico. Não precisa ir no Rio para fazer o exame, basta mandar pelo correio, mais especificamente, sedex 10.

Parasitas perigosos

Deixa eu compartilhar uma história verídica com você. Há um tempo atrás, uma pessoa próxima a mim se queixava de sintomas bem parecidos com os que são causados por parasitas. Indiquei o Dr. Edison Saraiva, por saber que se trata de um médico que investiga essa questão parasitária. Já sabendo que o exame deveria ser feito no Rio, sugeri que a pessoa fizesse, na mesma data, o exame aqui em Brasília e no Rio.


No resultado do exame feito no laboratório local, deu ausência de parasitas. No laboratório do Dr. Copelman o resultado foi de infestação causada por giárdia, amebas e ancilóstomo, um parasita sinistro (esse bonitão aí da foto), responsável por uma doença conhecida como “amarelão”. Dentre várias coisas, este parasita sinistro causa um dano as paredes intestinais, o que chamamos de permeabilidade do intestino, além de um grande dano ao fígado. O nosso intestino é feito de vários “tijolos”, um grudado ao outro, bem pertinho, e possui uma barreira auto-regulável aonde ficam os responsáveis pela travessia de substâncias, de um lado para o outro. A ideia é impedir que qualquer parasita ou toxina escape do intestino e caia na corrente sanguínea. Quando o intestino se torna permeável, atravessam por esta “barreira” certas substâncias que podem prejudicar todo os sistema, inclusive causando o que chamamos de câncer, uma processo inflamatório descontrolado.

Intestino não permeável

O intuito então para se ter saúde, é ter um intestino não permeável. Além dos parasitas, várias agressões causam esta permeabilidade, como o uso de certos antibióticos, alimentação baseada em produtos industriais, falta de certos nutrientes responsáveis pela barreira da permeabilidade, excesso de bactérias ruins, falta de bactéria boas (probióticos) e etc.

Emoções bizarras

Além dos parasitas serem responsáveis por vários danos ao sistema, outro grande problema que eles causam é a interferência nas nossas emoções: Medo, ansiedade, preguiça, depressão, muitas vezes esses sentimentos estão sendo causados por um bichinho desses aí. Sem falar no dano ao sistema imunológico.

É preciso olhar a questão de frente e entender que vermes e parasitas não são coisas do passado, do menino do buchão lá da roça, mas são parte da nossa realidade. Estão em toda parte e tem como propósito de vida, nos alcançar e viver em nós. E por mais que sejamos higiênicos e cuidadosos com nossa alimentação e hábitos, eles sempre estarão presentes.

E agora?

  • Evite comer alimentos crus sem a devida limpeza, ou seja, na rua, melhor não consumir. Em casa, limpe as folhas, verduras e frutas com banho de imersão em uma mistura de dióxido de cloro + ativador, na proporção de 18 gotas por litro, por 5 min, depois enxague bem. Você acha esses ingredientes em lojas de produtos naturais e também pela internet.
  • Consuma água limpa e pura, de preferencia vinda de filtros caseiros que são regularmente limpos e revisados.
  • Fortaleça seu sistema imunológico com probióticos de qualidade, eles são os soldados de defesa do nosso intestino.
  • Faça prevenção. Existem vários tratamentos naturais preventivos como o uso de chá de hortelã após as refeições. Ou uma gota de óleo de orégano diariamente. No livro da Sônia tem todas as dicas.
  • Faça exame de fezes anualmente (no laboratório certo).  E caso o resultado dê positivo, tratar rapidinho. Dose única de vermifugo não funciona. Para cada parasita é um tipo de remédio e uma certa dosagem. Por exemplo, amebas, são 5 dias de um, a lombriga precisa de mais dias e alguns outros remédios.

O ideal é procurar um médico sério, que conheça do assunto e que faça o tratamento com propriedade.
Eu sei que ninguém gosta de saber disso,  mas de uma coisa eu sei também, depois que você se livrar deles, sua vida vai mudar!
Mais um passo em direção a saúde perfeita!
Qualquer coisa é chamar, estou à disposição para tirar dúvidas, trocar ideias. Enfim, estou aqui!

Um abraço!
Até a próxima.