Mais saúde: conheça a alimentação plant-based

Plant-based seria um desses novos termos para alimentação vegana ou vegetariana? Não… ou não exatamente. Em tradução livre, é uma dieta baseada em plantas e reduz ou anula o consumo de produtos de origem animal. Mas não é só isso, a alimentação plant-based também retira do cardápio os alimentos industrializados ultraprocessados, o que nem sempre acontece nos cardápios veganos e vegetarianos.

A alimentação plant-based ainda é pouco conhecida no Brasil, mas está crescendo. Eu costumo dizer que é uma dieta em que os vegetais são realmente os protagonistas e não tem espaço para o que vem dentro de uma embalagem fechada. É uma dieta limpa, ou seja, sem alimentos industrializados contendo açúcar refinado, corantes e conservantes.

O que comer na alimentação plant-based?

Os alimentos de origem animal são reduzidos ou  excluídos do cardápio. Além disso, nessa dieta também se pensa na sustentabilidade, na priorização da saúde e no respeito ao meio ambiente.

O que a alimentação plant-based de fato propõe é que você coma de maneira simples, nutritiva, consciente e colorida, aproveitando o alimento em sua totalidade, até mesmo caules, cascas e raízes. A dieta procura a ingestão dos alimentos da maneira mais próxima de como se encontram na natureza e também estimula a compra de pequenos produtores locais, que trabalham com alimentos orgânicos.

Estou falando tudo isso e você deve estar pensando que é muito difícil seguir a alimentação plant-based, né?  Mas fique tranquilo, é possível comer muito bem, de maneira saborosa e com qualidade! Você pode consumir alimentos como:

  • frutas, verduras e legumes de todos os tipos
  • cereais integrais, como quinoa, arroz, aveia, milho,  e painço
  • leguminosas, como feijão, grão de bico, lentilha e ervilha
  • sementes diversas, como de abóbora, gergelim e girassol
  • cogumelos
  • oleaginosas de todos os tipos: castanhas, amêndoas, pistache e nozes

 

Os benefícios da alimentação plant-based

Como essa dieta prioriza alimentos pouco processados e com muitos nutrientes, é fácil imaginar que traz inúmeros benefícios à saúde, não é mesmo? Estou falando de prevenção de doenças crônicas e até mesmo alguns tipos de câncer – muitas vezes relacionados à dietas com baixa ingestão de fibras e maior consumo de produtos industrializados.

Quem segue a alimentação plant-based também está mais protegido contra doenças inflamatórias e o envelhecimento precoce, porque esse tipo de alimento possui altos níveis antioxidantes. Ou seja, é uma dieta realmente saudável!

Se você está questionando a falta de carne e as possíveis deficiências nutricionais, fique tranquilo! Basta manter uma alimentação variada e nutritiva, além de observar e conhecer como o seu organismo funciona com determinados alimentos. Eu escrevi um artigo sobre o assunto, é só clicar aqui!

Gostou da ideia de iniciar uma alimentação plant-based? Eu acho ótimo! Busque opções saudáveis que te tragam prazer e experimente novos sabores sempre, variando bastante o cardápio do dia a dia.

Uma receita minha, rica em fibra  e que eu adoro é farofa de coco e banana da terra! Fique de olho nas minhas receitas, pois sempre posto novas opções que podem combinar com o seu estilo de vida!

Se quiser saber mais sobre alimentação saudável, estou aqui para te ajudar. Continue acompanhando o meu blog e redes sociais.

 

Até a próxima!

Abraços

Julia Murça