Saúde: 7 atitudes inegociáveis!

Escrito por Ricardo Matos

10 de julho de 2019

A maioria de nós afirma levar uma vida saudável, mas na correria do dia a dia, muitas vezes acabamos esquecendo nossas boas intenções em relação a nossa saúde e fazemos escolhas menos saudáveis, em nome da conveniência e praticidade.

Não me refiro apenas às escolhas em relação a comida, pois existem inúmeros fatores que constroem, ou destroem, sua saúde.

Buscar a perfeição num mundo imperfeito é querer sofrer. Por isso não estou falando de fazer tudo perfeitamente, todos os dias. Naturalmente, as coisas escapam no dia a dia e tudo bem. Mas determinadas coisas devem ser priorizadas na vida para que tenhamos saúde de verdade.

Aqui seguem 7 atitudes não negociáveis quando o assunto é cultivar saúde.

1. Cuide do seu sono

É bem obvio que sono é essencial para a saúde, e parece bastante simples também. Mas a maioria de nós não dorme o suficiente para se ter saúde. 40% da população australiana, por exemplo, tem uma quantidade de sono insuficiente e apenas 8% tem a sorte de conseguir dormir a quantidade que precisa. A quantidade necessária de sono varia de pessoa pra pessoa. A média de 8 horas de sono é uma base geral. O mais importante é que você durma profundamente e acorde renovado. A qualidade é mais importante que a quantidade.

Isso é bem preocupante, já que o sono reparador é essencial para saúde física, mental e emocional. Impacta diretamente na sua qualidade de vida, inclusive na sua segurança.  Muitos acidentes domésticos e de carro são causados por excesso de cansaço – ocasionado por falta de descanso através do sono.

Quando você não dorme o suficiente,  logo percebe uma disfuncionalidade na atividade cerebral e também um impacto na sensação de bem estar. Isso prejudica seu poder de decisão, resolução de problemas, controle das emoções e aumenta os  erros no trabalho. Estudos correlacionam ainda a deficiência de sono à depressão, suicídio e comportamentos de risco.

Se isso já não for o suficiente para que você invista em uma boa noite de sono, tem mais: O dermatologista Dr. Heidi A. Waldorf afirma que o sono está diretamente relacionado a beleza, ou seja, precisamos dormir para promover a renovação celular de forma eficiente e ficarmos mais bonitas. Pense em dormir como um tempo para descansar, regenerar  e reparar! Alem de tudo, se seu corpo não dorme o suficiente, sua aparência paga o preço com olheiras e pele cansada.

2. Vá além da alimentação, nutra-se!

É fácil falar: “Trate seu corpo como um templo!” Mas não é tão fácil fazer quando as demandas da vida estão o tempo todo te pressionando. De toda forma, o maior interesse deve ser seu, em nutrir e abastecer seu corpo com tudo que ele precisa para funcionar bem. Com isso você ganha mais energia e disposição para cuidar das demandas da vida.

Nesse quesito, a maior desculpa que escuto é a falta de tempo, e por isso, a conveniência por comida industrial pronta se sobressai a um bom prato de comida de verdade. Pode ter certeza que essa escolha vai cobrar seu preço a curto, médio e longo prazo.

A chave para melhorar sua energia, ter maior vitalidade e manter uma mente focada está em comida fresca, caseira ou preparada manualmente, integral e orgânica de preferência.

Para conseguir ter acesso à comida de qualidade, você tem duas opções:

a.  Tente tirar um dia da semana para preparação do seu alimento da semana. Dá trabalho? Dá!  Mas dá mais trabalho cuidar da sua doença do que da sua saúde. Pode ter certeza!

b. Contratar alguém que possa fazer essas refeições pra você semanalmente. Já existem várias pessoas que fazem isso hoje.

Com sua comida da semana preparada, além de tornar tudo mais prático e economizar seu tempo,  você também estará mais preparada para lidar com o estresse do dia a dia,  pois estará nutrida.

3. Seja otimista, pense positivo

Pensamento positivo para encontrar o lado bom dentro de uma situação difícil. O que chamamos de poder do pensamento positivo tem sido cientificamente ligado ao aumento da saúde mental, sensação de propósito de vida, sensação de pertencimento e diminuição de mau estar.

Pensar positivo traz longevidade. Os pensadores positivos tem uma média de 7.5 anos a mais de vida do que os pessimistas.

Outros benefícios do pensar positivo é a diminuição dos níveis de estresse no corpo, menor taxa de depressão e mais habilidade para atravessar adversidades na vida e no trabalho, além de melhor saúde cardíaca.

Lembre-se: a polaridade é uma lei universal. Para cada evento que acontece existe um lado positivo e um lado negativo. Você escolhe com qual deles vai sintonizar.

4. Movimente-se

Nós sabemos há muito tempo que atividade física e movimento impactam diretamente na nossa saúde física. Mas você sabia que também impacta na  sua saúde mental e emocional? Movimento e humor estão intrinsecamente ligados. Quando você está mentalmente cansada, seu corpo é impactado e começa a se mover  menos e mais devagar. A melhor forma de descansar a mente é pelo movimento do corpo. Quando o corpo cansa, a mente descansa.

Movimentos aeróbios, ou seja, que fazem seu coração bater mais rápido e aceleram a sua circulação, diminuem seus níveis de ansiedade pois acalmam o seu sistema nervoso.

A atividade física é capaz de aumentar a sua capacidade de lidar com sintomas como aceleração cardíaca num momento de estresse e te faz mais tolerante e resiliente para atravessar situações difíceis.

O movimento meditativo, que é a união de movimento com atenção plena da mente, tem se mostrado muito efetivo para aliviar sintomas de depressão através de exercícios que interconectam seu cérebro com as sensações do corpo, desenvolvendo a sua intuição.

5. Relacione-se com a natureza

“Terapia Verde” também conhecidas como ecoterapia, é uma prática que rapidamente tem sido adotada por terapeutas e amantes da natureza. Estudos recentes mostram os enormes benefícios da imersão ao ar livre.

Novas descobertas da Universidade de Essex demonstram que a ecoterapia melhora a sensação de bem-estar, saúde mental, física e emocional, bomba sua auto-estima e promove a socialização.

Imersões na natureza são essenciais à grande maioria das pessoas da nossa sociedade moderna – que vivem imersas em alta tecnológica, protegidas por 4 paredes, e estão desenvolvendo vários problemas de saúde.

O autor Richard Louv chama isso de Transtorno de déficit de natureza. Louv acredita que ao se reconectar com o verde você pode afastar a depressão e aumentar sua energia vital, enquanto promove e protege a saúde.

Essas imersões tem ajudado uma enorme gama de indivíduos que estão experienciando doenças crônicas em nível físico, mental e emocional.

6. Coma mais verde

Se alimentar de vegetais verdes tem várias vantagens. Além de ajudar a diminuir a circunferência da cintura, pode aumentar nosso bem estar de forma EXTRAORDINÁRIA.

Estudos recentes mostram que uma alimentação baseada em vegetais pode diminuir a resistência a insulina (primeiro estágio da doença crônica diabetes) e melhorar a saúde de todos os órgãos no corpo.

Adicionalmente, uma dieta vegetariana pode prevenir catarata e também câncer de pele pois serve como base para hormônios protetores da pele, assim como ajuda na produção de colágeno.

7. Reduza o consumo de glúten

Glúten é uma proteína encontrada no trigo, centeio, cevada e malte. Várias pesquisas tem mostrado que o consumo de Glúten por pessoas sensíveis, provocam graves danos à saúde.

Você já deve ter notado que cafés, supermercados e restaurantes tem apresentando várias opções de produtos sem glúten em seu cardápio, certo? Isso é uma resposta à necessidade crescente da população, que tem apresentado cada vez mais intolerância alimentar a esse produto.

Estudos relacionam o glúten a vários problemas de saúde na população, como a síndrome do intestino permeável, ganho de peso, deficiência nutricional, acumulo de gordura visceral, depressão e Alzheimer.

Reduzindo o consumo de glúten você melhora a sua flora bacteriana, que impacta na sua saúde como um todo, aumentando sua imunidade e melhorando seu humor.

Essa são as minhas dicas de atitudes não negociáveis para quem quer ter saúde vigorosa e brilhar!

Com saúde e alegria!

Comentários