Seu corpo pode estar morrendo de fome nesse exato momento!

Escrito por Julia Murça

03 de abril de 2019

Sabe aquela pessoa que está acima do peso e diz que engorda só de olhar pro bolo?  Pois é, isso pode ser verdade. Quando seu corpo está com o sistema de armazenamento de gordura ativado, nem dieta, nem reza brava adianta.

Se seu corpo quiser ser gordo – por alguma razão – não há nada que você possa fazer para evitar que ele armazene gordura.

Toda dieta tem o mesmo padrão – testei várias – de contagem de calorias a restrição alimentar. Eu sempre seguia as dieta ao pé da letra e geralmente emagrecia rapidamente no começo. Em pouco tempo, a perda de peso começava a diminuir e, eventualmente, parava completamente.

Logo mais, eu perdia o controle e comia compulsivamente ganhando todo o peso novamente, mais algum extra. Isso acontece com você?

Eu sentia desespero e desânimo. Parei de acreditar em todas as dietas e comecei a estudar.  Lendo centenas de artigos e livros percebi que o caminho para a salvação era parar de me forçar a perder peso contra a vontade do meu corpo, mas voltar a minha atenção para entender por que meu corpo queria ser gordo em primeiro lugar.

Então eu fui em busca de respostas reais. Passei horas por dia aprendendo tudo o que podia sobre bioquímica, nutrição, neurobiologia e psicologia. Nos últimos 10 anos, pesquisei vários artigos científicos e fiz cursos na área de nutrição e medicina alternativa para achar meu caminho da cura.

Mas mais do que tudo, comecei a estudar meu próprio corpo. Parei de vê-lo como o inimigo que simplesmente não me ouvia. Percebi que meu problema não era meu corpo, mas minha falta de compreensão de como ele funcionava.

Você quer emagrecer? Primeiro passo, pare de fazer dietas. Elas não costumam trazer nenhum resultado duradouro. Descobri que dietas, além de não funcionarem, ajudam a engordar mais. Dietas levam a desnutrição e consequente à compulsão.

Pessoas que são naturalmente magras não têm relacionamentos disfuncionais com comida. Essas pessoas não têm dias perfeitos e dias de lixo. Não têm restrição. Eles comem de tudo um pouco e quando querem.

O caminho é se nutrir intensamente. Consuma alimentos de verdade, frescos e orgânicos. Movimente seu corpo e se nutra com outras coisas além da comida.

No começo é natural que seu corpo continue ansiando por comida industrializada, como doces, pães e bolos, em razão do vício, mas assegure ao seu corpo nutrição massiva diariamente e esse desejo mudará. A tendência é que mude gradualmente e você comece a desejar, não apenas menos comida, mas também alimentos muito mais saudáveis.

A ideia é que você viva em paz com seu corpo e o alimente com comida de verdade, toda vez que ele pedir. Bem nutrido, seu corpo vai pedir comida saudável e em intervalos cada vez maiores. As comidas que você vê como uma obrigação serão desejadas pelo meu corpo naturalmente.

Quando seu corpo está nutrido física, mental, emocional e espiritualmente seus gostos se transformam naturalmente. Quando o corpo está disfuncional ou acima do peso, ele na verdade está faminto por nutrientes.

Seu corpo pode estar morrendo de fome nesse exato momento. Mas não importa o quanto você coma, se não for nutritivo, seu corpo não será alimentado.

Muitas vezes não é só o seu corpo que está com fome, mas também a sua alma. Faça uma reflexão profunda e encontre o que a sua alma está buscando. Observe seu círculo de amigos, seu trabalho, suas relações familiares. Tudo isso é nutrição, boa ou ruim.

Quando você começar a ouvir atentamente seu corpo, finalmente conseguirá ouvir seu coração. E vice-versa.

E mesmo que você não tenha a força para mudar sua vida alimentar e retirar tudo o que te faz mal agora, simplesmente decida mudar: isso não custa nada.

Sinta intensamente o desejo irresistível de realizar seus verdadeiros sonhos e faça o que seu coração pede.

A transformação do seu corpo irá refletir em todas as áreas da sua vida! E isso pode acontecer quando você se nutre e desativa o programa de armazenamento de gordura do corpo.

Nesse processo de cura, é preciso olhar quaisquer questões emocionais que você tenha que resolver. Cuide da sua espiritualidade também e você terá saúde e sucesso!

Existem várias razões pelas quais nosso corpo pode querer ser gordo. Você só precisa entendê-las,  aprender como resolvê-las e eliminá-las. Todo o processo pode ser muito fácil e,  depois de ler este artigo você saberá como começar.

Mas, por enquanto, a única coisa que você precisa entender é que, se você está com mais de 10 quilos acima do peso e não consegue perder, é porque seu corpo tem uma razão para manter o peso extra. Seu corpo quer ser gordo e, enquanto esse for o caso, lutar não vai funcionar.

Seu corpo controla o seu apetite, controla seu metabolismo, controla a quantidade de energia que irá queimar e quanto irá armazenar. Seu corpo pode deixá-lo tão cansado o tempo todo que você não tem energia para se exercitar, mesmo que você tenha contratado o melhor instrutor de fitness das estrelas.

Seu corpo também tem a palavra final sobre o que fará com qualquer alimento que você ingira. Pode optar por armazenar tudo em suas células adiposas, assim como pode escolher queimar suas células de gordura e fornecer energia aos seus músculos. Além disso, quando seu corpo precisa de energia e você não dá o suficiente, pode queimar músculos em vez de gordura.

Seu corpo é o verdadeiro chefe. Ele controla todo o seu metabolismo, bem como muitas outras funções básicas de sobrevivência.

Existe uma pequena área na base do cérebro, conhecida como o “cérebro animal”. Essa área determina quanto sono você precisa, quanto de ar você necessita e quão gordo ou magro seu corpo deve ser. Se você precisar de mais sono, você ficará cansado. Se você precisar de mais oxigênio, vai querer respirar mais forte. E se você precisar de mais gordura, você ficará com fome.

É simples assim. Tente prender a respiração por tempo suficiente e logo perceberá que a vontade de respirar é incontrolável. E assim deve ser! Respirar está mantendo você vivo!

O mecanismo de armazenamento de gordura do seu corpo funciona exatamente da mesma maneira. Enquanto o seu corpo estiver convencido de que mantê-lo gordo é mantê-lo seguro, a vontade de comer  junk food  será igualmente convincente.

Os gordos sempre foram acusados ​​de serem fracos, preguiçosos e excessivamente tolerantes, não apenas pelo público em geral, mas também pelo setor de saúde convencional.

Imagine se alguém lhe dissesse que o seu problema é que você dorme demais e que você deve dormir apenas duas horas por dia. E todos na sociedade e na sua vida julgam você por ser fraco e preguiçoso porque dorme tanto. Você pode passar a dormir duas horas por noite por um tempo mas, mais cedo ou mais tarde, você vai precisar de dormir muito – um “sono compulsivo” – porque seu corpo vai querer isso, independentemente do que as pessoas lhe digam.

É EXATAMENTE O MESMO COM ALIMENTOS

Você pode cortar sua ingestão de calorias e forçar-se a comer menos por um tempo mas, mais cedo ou mais tarde, você vai precisar de uma grande “ingestão alimentar – compulsão”. Isso porque seu corpo está forçando você a comer mais para mantê-lo em um certo peso.

A sabedoria médica convencional ainda diz que a perda de peso é simplesmente uma questão de ingestão  e queima de calorias, e que as pessoas gordas devem “comer menos”.

Para aqueles que se sentem assim eu digo: “apenas respire menos” ou “apenas durma menos”.  Pensando na impossibilidade desses comandos, eles saberão exatamente como é lutar contra a compulsão.

Não há como alguém, médico ou não, imaginar o que é estar em um corpo que o força a engordar e a comer demais, a menos que tenha passado por isso. Dito isto, a pesquisa mais avançada agora confirma que perder peso não é apenas “calorias consumidas e calorias eliminadas”, e que não tem nada a ver com “disciplina”.

Dr. Jeffrey M. Friedman, o “Pai da gordura”, descobridor do hormônio leptina e, sem dúvida, o mais importante e experiente especialista em obesidade do século XXI, diz que temos que parar de culpar as pessoas gordas e que “a obesidade não pode ser atribuída a um colapso na força de vontade ”. 1

Então, o primeiro passo é entender que não se trata de força de vontade e entrar em acordo com isso. Em vez de lutar em vão contra os instintos esmagadores do “cérebro animal” para mantê-lo vivo, tudo o que você precisa fazer é entender por que seu corpo quer ser gordo e depois eliminar essas razões. Elimine as razões pelas quais seu corpo quer ser gordo e ele vai querer ser magro – naturalmente.

A verdade é que o seu corpo não quer ser gordo para te magoar ou te castigar. A única razão pela qual seu corpo está engordando agora é porque, por alguma razão, acha que é do seu interesse ser gordo. Mas assim que você identifica os problemas e começa a abordá-los, tudo muda.

Você  vai perceber imediatamente quando seu corpo não quiser mais ser gordo. Você não vai sentir tanta fome e não vai pensar tanto em comida. Você terá mais energia e entusiasmo e não estará mais em guerra com seu corpo.

Isso pode não acontecer imediatamente, mas você saberá instintivamente que algo mudou internamente. Seu relacionamento com a comida vai mudar, e seu relacionamento com o seu corpo também.

Depois de remover as razões pelas quais seu corpo quer ser gordo, sua relação com a atividade física também mudará. Agora você pode achar que odeia atividade física. Há uma razão muito real para você odiar o movimento: seu corpo não quer que você se movimente, já que o movimento fará com que você perca peso.

Seu corpo o deixa cansado e letárgico, de modo que até o pensamento do movimento lhe causa dor. Isto não é uma coincidência – isso é algo que o seu corpo está fazendo intencionalmente para que você permaneça sedentário. Eliminando a razão pela qual seu corpo quer armazenar gordura, você procurará o movimento naturalmente.

Quando a mudança acontecer internamente, isso vai refletir externamente, com certeza. No começo demora um pouco mais, mas logo adiante você começa a perder peso naturalmente.

Então, para começar a mudar sua história, assegure-se dos 3 pontos abaixo:

1. Nunca deixe passar um dia sequer sem a nutrição adequada. Entregue alimentos vivos e frescos diariamente para o corpo. Coma frutas vermelhas, abacate, brotos, espirulina e clorela. Consuma castanhas, sementes, cacau.  Beba muita água e chás de todos os tipos. Entregue ao seu corpo gordura de qualidade como óleo de coco, ghee, manteiga de cacau, azeite de oliva, todos os dias.

2. Pratique a visualização. Visualize seu corpo magro, ativo, saudável. Sinta o prazer de habitar esse corpo e fique com essa imagem. Se for importante pra você, evite se olhar no espelho e desvincule-se da imagem atual. Use uma foto com o peso ideal, mas é importante que você visualize-se nesse corpo e sinta o bem estar e prazer de habitar um corpo saudável. Acredite! Isso é uma técnica utilizada por muitas pessoas de sucesso.

3. Faça uma caminhada ao ar livre de pelo menos 30 minutos por dia! Isso é um remédio anti-ansiedade. Vai te ajudar no período de transição.

Naturalmente você irá comer menos, pois seu corpo nutrido demanda menos comida e com mais qualidade.
Se você está disposto a fazer essas três coisas, eu gostaria de convidá-lo a uma jornada maravilhosa de transformação, onde você se coloca como prioridade e em um relacionamento sério com sua saúde. Tenha a vida que você tanto deseja, está nas suas mãos.

1. https://www.rockefeller.edu/our-scientists/heads-of-laboratories/1163

Comentários