Lições de “O Maior Vendedor do Mundo”

Escrito por Julia Murça

31 de agosto de 2020

A palavra “vender” ainda assusta muita gente, como já me assustou também.

Por muito tempo, tive medo e até um pouco de vergonha de vender algo. Existia algo em mim que me fazia sentir como se eu estivesse pedindo alguma coisa para um estranho e, com isso, incomodando.

Porém, para me tornar uma empreendedora no ramo da alimentação saudável, precisei aprender a vender para ter sucesso nas minhas cozinhas e restaurantes.

Se você for parar para pensar, “vender” está presente em praticamente todas as áreas da nossa vida.

É necessário saber vender suas características e seus pontos fortes em uma entrevista de emprego; vender suas ideias e méritos para o seu chefe; vender suas opiniões em ambientes sociais e em várias outras situações.

Essa habilidade pode ser a grande diferença entre o sucesso e o fracasso em qualquer coisa que você se propuser a fazer.

O livro O Maior Vendedor do Mundo, de Og Mandino, me ajudou a desmistificar a venda.

E é sobre isso que vamos falar nas próximas linhas!

 

Ressignifique!

Acredito que o nosso subconsciente, onde moram as nossas crenças, comanda a nossa vida. Por isso a importância de nos autoconhecer cada dia mais e perceber o que está sendo regido por essa força invisível.

Sendo assim, não é de se admirar que, mesmo trabalhando arduamente para vender meus produtos, minhas vendas somente decolaram quando venci o medo de vender, sentimento que vinha junto com o receio de me expor e de ser rejeitada.

Quando descobri essa associação, fiquei encantada com a possibilidade de ver a venda de outra forma. Só podemos perceber algo de modo diferente quando descobrimos a visão atual.

O processo de se livrar de crenças que te limitam não é de um dia para o outro. Durante o meu processo, ganhei de presente do meu esposo o livro: O Maior Vendedor do Mundo. E foi com essa obra que realmente pude construir novo paradigma em relação a vendas.

Para se livrar de qualquer crença limitante, uma boa estratégia é colocar nova crença impulsionante no lugar. Nesse caso, eu construí nova crença que agora me habita diariamente – é um desserviço não vender o meu produto.

As pessoas precisam de orientação sobre alimentação saudável e também sobre alimentos que possam atender a essa demanda de se alimentar de maneira mais saudável gerada pela informação.

Eu vi que precisava entregar para o mundo o que havia aprendido e vivido por meio da minha cura pela alimentação e alguns hábitos de vida saudável – atividade física e meditação.

 

Descubra seu motivo.

Bom, para empreender em qualquer ramo, incluindo o da gastronomia, é muito importante estar mental e emocionalmente preparado. Como fazer isso? Encontrando o seu grande motivo para empreender em determinado nicho. E, dessa forma, confiando totalmente no seu produto, você pode vendê-lo com convicção.

Eu vivi profunda transformação[c] por meio da mudança na alimentação e no estilo de vida. Saí de uma doença autoimune com suspeita de câncer para saúde total apenas com mudanças alimentares pontuais e atividade física. Isso me marcou profundamente!

Decidi que queria mandar esta mensagem para o mundo: é possível se curar transformando a sua forma de viver, a começar pelo alimento. Este é o meu motivo maior – acredito nisso: manter uma alimentação mais saudável, sustentável e construtiva em todos os aspectos favorece a construção de um mundo melhor.

Se não acreditar no seu ramo e no seu produto, você não terá sucesso. Estude sobre o assunto, invista um pouco mais na sua alimentação e veja os benefícios de consumir menos açúcar e farinhas refinadas. Viva a experiência de se alimentar da forma que você está propondo e veja a mágica acontecer!

Outro ponto importante é realmente você decidir visitar as suas crenças e rejeitar qualquer informação que te impeça de colocar suas vendas para rodar, botar a mão na massa e fazer dar certo. A decisão move a vontade, e a vontade o resultado!

 

Como se tornar o maior vendedor do mundo

Inspirada e baseada no livro de Og Mandino, compartilho com vocês as dez regras básicas para se tornar um grande vendedor, ou seja, um empreendedor de sucesso!

1. Formar bons hábitos e se tornar escravo deles.

O que bons hábitos podem fazer por você? Tudo!

Hábitos bons são o que te levam a resultados extraordinários dependendo do seu desejo. É o segredo oculto das conquistas humanas. Para criá-los, existem muitos caminhos. O meu é fazer declarações diariamente. Declarações em que afirmo meu sucesso, prosperidade, gratidão e alegria pela vida!

Com a repetição das palavras de poder diariamente, elas começam a se tornar parte da minha mente ativa de tal forma que as crenças que geram habitam a mente subconsciente – que comanda nossa vida.

Os hábitos educam a nossa mente misteriosa, que nunca descansa, cria e molda nossos sonhos e, frequentemente, nos faz agir de forma automática diante da vida.

Ao despertar toda manhã, dedique alguns minutos para cultivar o silêncio e pronunciar o que eu chamo de decretos de poder ou declarações positivas. Você vai ver a sua vitalidade, vigor e alegria aumentarem a cada dia.

Assim, nasce um novo e bom hábito. Depois que o hábito é formado pela repetição consistente, você passa a executá-lo com prazer. Disciplina é, na verdade, liberdade!

Então, diga para você mesmo ao acordar:

“Hoje começo uma nova vida. E juro solenemente a mim mesmo que nada retardará o crescimento de minha nova vida.”
– Og Mandino

Escreva suas declarações de poder ou use emprestado de algum autor confiável. As minhas declarações eu tirei do livro “O Poder do Subconsciente”, de Joseph Murphy.

Segue uma que faço todos os dias:

“Eu sou uno com as riquezas infinitas de minha mente subconsciente. Tenho o direito de ser rica, feliz e bem-sucedida na vida. O dinheiro flui pra mim de forma livre, abundante e incessante. Estou sempre consciente de meu autêntico valor. Compartilho livremente meus talentos e sou maravilhosamente abençoada em termos financeiros. Isso tudo é maravilhoso!”

 

2. Saudar todos os dias com amor no coração.

“Saudarei este dia com amor no coração. Pois este é o maior segredo do êxito em todas as aventuras. Os músculos podem partir um escudo e até destruir a vida, mas apenas os poderes invisíveis do amor podem abrir os corações dos homens, e até dominar esta arte não serei mais que um mascate na feira. Farei do amor minha maior arma e ninguém que a enfrente poderá defender-se de sua força.”

Ou seja, desenvolver o sentimento de amor e gratidão pela vida move montanhas. A ciência já comprovou que a gratidão melhora a vida das pessoas, agindo no físico e na mente. Pessoas gratas são mais felizes que as ingratas (aquelas que vivem reclamando de tudo… conhece alguém?!).

Todos os dias, podemos elencar motivos para sermos gratos. Pelo simples fato de estarmos vivos, termos onde morar, possuirmos uma mente maravilhosa, habitarmos um corpo fantástico! Agradecer a natureza, ao alimento que brota da terra, ao ar que nos permite respirar.

Mantre ao longo do dia: “Eu sou tão feliz e grato agora por…”. E você vai ver sua vibração se transformar, a vida ficar mais leve e as coisas ao seu redor fluírem melhor!

 

3. Persistir até vencer!

Não existem derrotas, apenas oportunidades de aprendizado.

É preciso ressignificar o erro. Fomos ensinados a vê-lo com um fracasso intransponível, mas não é assim. Estamos aqui para aprender! E, para isso, precisamos errar. Tudo bem.

Cada adversidade tem em si o benefício de um aprendizado. Em vez de se vitimizar com algo, olhe para a situação em que você se encontra e pergunte sinceramente a si mesmo: “O que eu posso aprender com isso?”.

A vida é uma grande amiga e te traz situações e pessoas para te ajudarem a evoluir, aproveite!

 

4. Você é um milagre da natureza!

Nós somos seres maravilhosos. A mais interessante criação divina, na minha opnião.

Somos uma massa de moléculas que vibra em altíssima velocidade. Nosso cérebro é um sistema elétrico de suprema complexidade. Nossa capacidade criadora é fantástica. Tudo o que a mente concebe você pode realizar.

Aproveite esta máquina que é o corpo humano e use a seu favor. Cuide dela com alimentos construtivos. Movimente-se, pois nenhuma máquina resiste à inércia do tempo. Descubra e use seus dons e talentos em benefício do próximo e veja a mágica da prosperidade acontecer.

Quando usamos a nossa força para servir a humanidade, estamos honrando o milagre único que somos. E, assim, ganhamos energia de volta e entramos num ciclo virtuos

 

5. Viva como se hoje fosse o último dia.

Aproveite a bênção que cada dia traz. O ontem já foi… e o amanhã nunca chegará. A única coisa que temos é o hoje! É no presente que plantamos o que queremos colher no futuro.

De nada adianta se preocupar com o futuro ou remoer o passado. Faça o que você tem para fazer a cada novo dia que se apresenta. Todo amanhecer é uma oportunidade de fazer diferente, de criar algo novo, de fazer alguma coisa boa!

Este dia é tudo que temos. Agradeça a ele. Cumpra suas tarefas, faça o que tiver que ser feito e confie no plantio. Tudo o que você plantar com cuidado e dedicação irá florescer e frutificar. Aguarde seu resultado, porque ele vai chegar, é uma lei.

 

6. Autocontrole.

Quando descobri o poder que existe em controlar minhas emoções, e não o contrário, fiquei muito impressionada. Primeiro porque vi que era totalmente controlada pelas minhas emoções. Muitos dos meus atos dos quais eu me arrependia foram executados sob forte emoção desenfreada.

Vi também que esse tão importante autocontrole não era algo simples de se atingir. Mas, como amo desafios, propus a mim mesma que seria dona das minhas emoções, capitã da minha alma e senhora do meu destino.

Hoje me considero vitoriosa nesse sentido. Consigo, na grande maioria das vezes, não reagir em momentos de estresse e administrar minhas emoções. Tive potencial para isso, primeiramente, por meio da meditação contínua e aplicação de técnicas simples de respiração. O simples ato de fazer três respirações profundas antes de responder a alguém faz milagres por você.

Depois, aprofundando um pouco mais, percebi que minhas emoções são puro reflexo dos meus pensamentos. E comecei a ficar bem atenta a quais deles geram emoções negativas e incômodas e quais me trazem paz. Comecei a eliminar os pensamentos danosos e cultivar os positivos a todo momento.

 

7. Traga leveza para o dia a dia.

As coisas possuem o peso que damos a elas. Por exemplo, você pode ver como uma grande chateação o fato de acordar com febre num determinado dia que você tinha muito para fazer.

Ou pode ter um sentimento de gratidão por seu corpo ter um excelente mecanismo de defesa que te aquece para eliminar qualquer invasor patogênico que possa te causar mal.

Tudo é uma questão de perspectiva. Ria mais. Ria mais de você mesmo. Ria mais das situações adversas da vida. Tudo é passageiro e tão transitório!

Quando acontecer algo que não goste, avalie se daqui a dez anos você vai se lembrar do acontecimento, senão já deixe passar.

Tem um lado nosso que ama dramas.

Desapegue-se desse lado noveleiro e comece a criar uma vida sem dramas!

Leia mais [Segredos para cultivar uma vida feliz e plena]

 

8. Reconheça o seu valor.

Trago as palavras de Og para falar sobre esta regra, pois simplesmente é lindo demais!

“Hoje centuplicarei meu valor.
Uma folha de amoreira, tocada pelo gênio do homem, torna-se seda.
Um campo de barro, tocado pelo gênio do homem, torna-se um castelo.
Um cipreste, tocado pelo gênio do homem, torna-se um santuário.
A lã tosquiada da ovelha, tocada pelo gênio do homem, torna-se vestuário para um rei.
Se é possível às folhas, ao barro, à madeira e à lã terem seu valor centuplicado, sim, multiplicado pelo homem, não posso eu fazer o mesmo com o barro que leva meu nome?” 

É isso! Disse tudo.

 

9. Aja pois!

Aja pois. Aja já, não perca tempo, este é o momento e não dá mais para adiar.
Não perca um só minuto, o tempo é tão curto e a vida não vai te esperar.
Quem quer faz. Quem não quer fica exitando, protelando… e perde a oportunidade. 

 

Aja já, aqui e agora.
Esta é a hora de pôr as mãos à obra.
Não deixe para a tarde o que pode realizar pela manhã, essa é uma lei da prosperidade.
Aja sem ter medo de errar, pois quem não erra é quem não faz.
Aja, pois seu futuro em suas mãos está e você colherá só o que plantar.
Não o precioso tempo! 

 

10. Peça e receba.

Peça ao universo o que você quer receber. Ele vai te entregar.
Por isso, pare de pensar no que não quer… e pense apenas no que você quer. Atraímos tudo aquilo a que damos foco.

Comece agora a focar e pensar apenas nos seus maiores desejos. Pense em tudo que você pode criar de bom nesta Terra. Crie constantemente seu futuro dedicando energia a pensamentos unicamente construtivos.

A vida é sua grande amiga e traz aos seus pés tudo que precisa e deseja.
Espero que essas palavras te encontrem em paz e toquem seu coração. Muita boa sorte! Que a alegria e a gratidão brilhem na sua vida!

 

Concluindo…

Como você pôde perceber, tornar-se o maior vendedor do mundo não significa desenvolver apenas habilidades de persuasão e comunicação. Todas as regras ensinadas por Og Mandino nos mostram que, para ter sucesso, precisamos nos tornar pessoas melhores, com propósitos maiores!

Comentários